Talento no verão: é um bom momento para procurar candidatos?

By | 11/07/2018

Não temos dúvidas: sim é! Os candidatos continuam ativos durante o verão, logo as empresas podem (e devem) aproveitar estes meses para procurar profissionais, adiantando-se à concorrência e conseguir antes de todos o melhor talento.

Independentemente da carga de trabalho que possa ter uma empresa durante os meses de verão, o departamento de recursos humanos não deve desaproveitar as oportunidades desta época. Segundo a equipa de recursos humanos da Turijobs, é só uma questão de adotar alguns hábitos para que as empresas consigam o talento que necessitam.

Por que não esperar até setembro?

Uma prática muito utilizada pelas empresas é definir a procura de talento para depois de verão, perdendo bons talentos ao longo desses meses. Estas priorizam a sazonalidade na qual vão necessitar de pessoal e irão incorporar o talento durante os meses de maior carga de trabalho, sem ter em conta o prazo de tempo que os talentos necessitam para forma-se e adaptar-se ao seu posto de trabalho, o que provoca uma solução pouco eficaz do volume de trabalho.

Tendo isto em conta, não há dúvida de que o verão é um bom momento para incorporar um talento. Quem não quer um trabalhador preparado antes do ínicio do novo ano de trabalho?

Quando o talento que procura vai de férias?

Como já é sabido, Julho e Agosto são os meses que concentram um maior número de pessoas de férias. No entanto, as novas gerações estão a alterar esta tendência, uma vez que preferem repartir as suas férias ao longo do ano.

Este é um ponto que deverá ter em conta se o seu propósito é encontrar talentos para as posições mais júnior ou de estágio, pois possivelmente seja melhor e mais fácil encontrar esse perfil de talento durante o verão e contactar com eles desde logo.

Mobilidade dos candidatos

Tenha em conta que nos encontramos numa época em que os candidatos podem estar a procurar ativamente trabalho e, ao mesmo tempo, ir de férias para outras cidades ou país. O que pode dificultar, em certa medida, o processo de seleção.

Por isso, será necessário que dê prioridade às mensagens por email e deixe as chamadas para Setembro. Desta forma, o candidato irá agradecer ter o seu tempo para responder-lhe corretamente e evitará entrar em contacto com o profissional entre risos, gritos e música da praia.

Seja flexível na planificação de entrevistas

A parte positiva, desde o ponto de vista dos recursos humanos, é o que os candidatos não vão de férias durante todo o verão. Ainda assim, os processos de seleção implicam mais de um candidato, pelo que terá de combinar diferentes agendas, e o processo de seleção poderá alagar-se durante mais umas semanas.

Além disso, dependendo de como gere o processo de seleção, pode acontecer que as entrevistas se realizem numa altura em que o responsável de recursos humanos se encontre de férias, com o que terá de trabalhar com uma dificuldade a dobrar. Planifique com tempo as entrevistas com os candidatos e seja flexível com as datas. Asseguramos-lhe que vale a pena.

Não espere para Setembro para fechar contrato

Setembro é o mês em que mais novos talentos se incorporam nas empresas. No entanto, se encontra o talento adequado durante o período de férias, não espere pelo retorno para contratá-lo. Poderia perder esse candidato que tanto se ajusta ao perfil solicitado.

Os candidatos podem encontrar-se em mais de um processo de seleção ao mesmo tempo, e a empresa mais ágil será aquela que, em última análise, consegue esse talento. Não se trata de saltar fases, nem de contratar o talento se acha que não é o mais adequado, mas sim de evitar alargar o processo de seleção sem motivo. Não se perca e adiante-se em relação às outras empresas.

Share this...
Share on Facebook2Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *